Destinos para conhecer no Brasil e na América do Sul em 2018

2017 está no fim! E se você ainda não planejou os lugares que vai conhecer em 2018, a hora é agora. Aproveitando que o calendário de 2018 conta com bastante feriados, já dá pra se programar. Pode ser aquela viagem que você não conseguiu fazer em 2017 ou um destino dos sonhos. Ou que tal se jogar em algum destino desconhecido? Pensando nisso preparei uma lista de destinos no Brasil e na América do Sul pra te inspirar nas viagens do próximo ano.

  • Destinos nacionais

Ilha de Marajó – Pará

Praia de Joanes na Ilha de Marajó – Imagem: Flickr – Daniele Gidsicki 

 

Maior arquipélago fluvio-marinho do mundo, banhado pelos rios Amazonas e Tocantins e o oceano Atlântico, a Ilha de Marajó está a aproximadamente 3 horas de barco de Belém, capital do Pará. Entre as principais atrações da ilha estão as praias de rio e igarapés, o artesanato local com réplicas de cerâmicas marajoaras, antigo povo que habitou a região, as fazendas com criação de búfalo e apresentações de danças típicas como o carimbo. As atrações turísticas se concentram nas cidades de Soure e Salvaterra.

Para saber mais sobre esse lugar incrível veja esse post do pessoal do 360 Meridianos com mais dicas do que fazer por lá: O que fazer na Ilha de Marajó.

Jalapão – Tocantins

Cachoeira da Formiga no Jalapão – Imagem: Flickr – Lucas Flavio

Outro lugar que ficou bem famoso em 2017 foi a região do Jalapão em Tocantins. Suas belas paisagens serviram de cenário para a novela “O outro lado do paraíso”. Entre as atrações desse paraíso estão chapadas, dunas, cachoeiras e fervedouros de águas azuis, que são nascentes de rios subterrâneos. Mais um lugar que as fotos incríveis faz inclui-lo na lista de destino desejado. Mais informações com o pessoal do 360 Meridianos também, nesse post aqui: Jalapão, Tocantins: o Brasil que você ainda precisa conhecer

Chapada das Mesas – Maranhão

Poço Encantado na Chapada das Mesas – Imagem: Flick – Otávio Nogueira

A primeira vez em que ouvi falar na Chapada das Mesas foi no ano passado quando estava em outra chapada, a dos Veadeiros. Até então era totalmente desconhecida para mim. Segundo a senhora que falou sobre essa chapada, foi a chapada mais bonita que ela conheceu. Fui pesquisar as fotos e não é pra menos, o lugar é realmente maravilhoso, com paisagens de tirar o fôlego. Entrou facilmente na minha lista de lugares pra conhecer. Com trilhas e cachoeiras a Chapada das Mesas é um paraíso pra quem ama ecoturismo. A cidade base pra conhecer a Chapada das Mesas é Carolina, a 226km de Imperatriz, lugar mais próximo que se chega de avião. A Amanda Noventa, do blog Amanda Viaja vistou esse lugar maravilhoso: Chapada das Mesas no Maranhão: um guia completo

Península de Maraú – Bahia

Praia de Taipus de Fora – Imagem: Marau Tur

Lindas piscinas naturais formadas pela praia de Taipus de Fora na Península de Maraú. Esse seria um dos bate e volta que faria em minha viagem à Ilheus. Infelizmente a empresa que faria o passeio não explicou que não teria piscinas na época em que iria, por causa das marés. Um lugar que permaneceu na minha lista de destinos. A Península de Maraú fica a 300km de Salvador e a 130km de Ilhéus e entre seus principais atrativos estão a praia de Taipus de Fora, com sua piscina natural de 1km de extensão, Lagoa Cassange, separada do mar por uma faixa de areia e a Ilha da Pedra Furada.

Cambará do Sul – Rio Grande do Sul

Cânion Itaimbezinho – Imagem: Flickr Renato Albuquerque

Cidade gaucha onde ficam localizados os parques nacionais de Aparados da Serra e da Serra Geral, Cambará do Sul abriga dois cânions famosos: Itaimbezinho e Fortaleza. O Cânion Fortaleza é o maior e mais extenso, com 900m de profundidade e 7,5km de extensão. Está localizado no Parque Nacional da Serra Geral. O cânion Itaimbezinho, no Parque Nacional Aparados da Serra  é menor, porém com vegetação mais densa. Além dos cânions e seus mirantes, a região conta com rios e cachoeiras. O local também “emprestou” seu cenário para a TV na novela Chocolate com Pimenta, na minissérie A casa das sete mulheres e no filme Anahy de las Missiones. Mais um ótimo destino pra acrescentar a lista de 2018.

Morretes e Antonina – Paraná

Morretes – acervo pessoal

Morretes e Antonina são duas cidadezinhas super charmosas no litoral do Paraná. Localizadas a mais ou menos 80km de Curitiba, é um passeio que vale o bate e volta. Pra deixar esse passeio mais especial, o trajeto pode ser feito de trem, pela Serra do Mar, com paisagens maravilhosas pelo caminho. O centrinho de Morretes, que é onde fica a estação de trem, é cortada pelo rio Nhundiaquara, cercado por construções históricas dos sécs XVIII e XIX, o que dá um ar bucólico à cidade. Antonina, distante 15km de Morretes, abrigou o maior porto do Paraná. É mais pacata que sua vizinha, porém o charme além das construções históricas é o belíssimo visual da Baía de Paranaguá. Falei sobre esse passeio nesse post sobre Curitiba.

Pirenópolis – Goiás

Imagem: Flickr – Portal Sesc SP

Pirenópolis é uma cidade histórica com casario tombado pelo IPHAN (Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional), conserva as ruas de paralelepípedos e janelas coloniais coloridas. Fica no interior de Goiás distante 150km de Goiânia e de Brasília. A cidade fundada no séc XVII, na época da exploração do ouro, além do centro histórico com igrejas e museus oferece também cachoeiras. Mais dicas sobre Pirenópolis aqui: Pirenópolis, Goiás: cidade histórica e cachoeiras no cerrado

Nobres – Mato Grosso

Cachoeira Serra Azul em Nobres – Imagem: Flickr Paulo Henrique

Menos conhecida e badalada que Bonito, Nobres é uma opção bem parecida com sua irmã do Mato Grosso do Sul. Entre seus atrativos balneários, cachoeiras de águas azul turquesa, flutuação em rios de águas cristalinas com peixinhos coloridos e esportes aquáticos como o boia cross. Os atrativos ficam em sua maioria em propriedade privada, mas os preços me pareceram mais amigáveis que dos passeios em Bonito. Mais dicas sobre esse destino no blog Prefiro Viajar: PASSEIOS EM NOBRES: PREÇOS, FOTOS E DICAS PARA SUA VIAGEM

Paraty  – Rio de Janeiro

Centro histórico – acervo pessoal

Paraty no litoral sul do Rio de Janeiro, na divisa com São Paulo é uma cidadezinha delícia que não pode faltar no roteiro de quem vem passar pelo menos 5 dias na Cidade Maravilhosa. Não recomendo um bate e volta, pois fica muito cansativo, afinal são cerca de 250km distante da capital carioca. Dois dias é o mínimo que você vai precisar para apreciar o casario do centro histórico, tombado pelo IPHAN, fazer um passeio de barco pelas belas praias da região e conhecer as cachoeiras e alambiques da Serra da Bocaina. Neste post dou dicas com atrações para aproveitar em 5 dias.

Diamantina – Minas Gerais

Centro histórico de Diamantina – Imagem: Flickr Rogerio Camboim

Localizada a 300km de belo Horizonte Diamantina faz parte do circuito das cidades Históricas de Minas Gerais e também da Estrada Real, sendo seu ponto de partida terminando em Paraty, a 1630km dali . A cidade construída no séc. XVIII recebeu o título de Patrimônio Cultural da Humanidade da Unesco. Na cidade nasceram figuras ilustres como o ex-presidente Juscelino Kubtschek e Chica da Silva, cujas residências são abertas a visitação. Além dos atrativos históricos, na cidade fica o Parque Estadual do Birbiri, com sua vegetação de cerrado, belas cachoeiras e piscinas naturais. O blog Viajali dá dicas do que fazer na cidade e na região: 12 passeios especiais para você fazer em Diamantina, Minas Gerais

Visconde de Mauá – Rio de Janeiro

Cachoeira do Escorrega – acervo pessoal

Encravada nas montanhas da serra da Mantiqueira está Visconde de Mauá, na região das Agulhas Negras, sul do Rio de janeiro próximo à São Paulo e Minas Gerais. A região de Visconde de Mauá proporciona tranquilidade pra quem quer fugir da agitação das cidades e belas paisagens para os amantes da natureza. Belas cachoeiras, trilhas, passeios ecológicos, artesanato e gastronomia fazem da região ser bastante procurada tanto no inverno quanto no verão. Sua paisagem marcada pelo rio Preto margeando a estrada principal e as araucárias parecem nos transportar para outra dimensão. Para saber mais sobre a região vejas esses posts que fiz com dicas do que fazer por lá: Visconde de Mauá: passeios e cachoeiras e Visconde de Mauá: como chegar, onde comer e se hospedar

  • Destinos na América do Sul

Los Roques – Venezuela

Los Roques – Imagem: Flickr Peter Bury

Destino caribenho na Venezuela? Tem sim senhor! Los Roques, um arquipélago de 42 ilhas próximo à Caracas, capital venezuelana.  Gran Roque é a ilha principal do arquipélago, onde se concentra toda a infraestrutura turística com aeroporto, pousadas, restaurantes e agências de turismo. Além das praias paradisíacas, é perfeito para passear de barco entre as ilhas e fazer snorkeling e mergulho. E o melhor: não precisa de visto e nem de passaporte.

Arequipa – Perú

Plaza de Armas em Arequipa – Imagem: Flickr Guillén Pérez

Arequipa é uma das principais cidades ao sul do Peru e a segunda maior do país. É conhecida como a Cidade Branca, por ter sido toda construída com sillar, uma pedra branca retirada das pedreiras formadas pela lava do vulcão Misti, aos pés do qual a cidade foi construída. Foi fundada no séc. XVI pelo espanhol Francisco Pizarro, no local onde havia uma antiga cidade inca. Seu centro histórico é formado por construções com influências da arquitetura espanhola. As atrações ficam por conta do centro histórico com igrejas, museus, o Monastério de Santa Catalina do séc. XVI e os mirantes para o vulcão Misti. Dicas do 360 Meridianos:  O que fazer em Arequipa, no Peru

Reserva de Huilo Huilo – Chile

Imagem – Huilo Huilo

A Reserva de Huilo Huilo no sul do Chile, me chamou atenção por causa do Montaña Mágica Lodge um hotel super diferente no meio da floresta. São mais de 100 mil hectares de reserva com lagos, vulcão e uma grande biodiversidade de fauna e flora. Entre as opções de atividades de verão no local estão trekking, rafting, tirolesa, cavalgada e passeio de caiaque. No inverno a diversão fica por conta de atividades na neve. A reserva conta com hospedagem para todos os bolsos e gostos.

Punta del Este – Uruguai

Punta del Este – Imagem: Flickr Sarah Ahearn

Localizado a 134 km de Montevidéu, no estado de Maldonado, Punta del Este é o mais famoso e badalado balneário uruguaio, conhecido como a Miami da América do Sul. A cidade lota de turista s no verão, alta temporada, que é quando recebe os navios de cruzeiros em seu porto. A cidade encanta por sua bela arquitetura, com casarões luxuosos, hotéis e algumas construções históricas. Dentre as atrativos famosos da cidade estão a Casapueblo e o Monumento a Los Dedos.

Ruta de los Siete Lagos – Argentina

Um dos onze lagos – Imagem: Flickr M+M Photographers

Situado no sudoesta da Argentina,  na região de Bariloche, a Ruta de los Siete Lagos (que na verdade são 11) encanta por suas paisagens deslumbrantes. Cruzando parte da famosa Ruta 40, começando na cidade de San Martín de Los Andes e terminando na Villa La Angostura. No inverno a diversão fica por conta dos passeios e aventuras na neve. No verão a paisagem muda completamente para o verde dos lagos e da vegetação, abrindo a temporada de esportes aquáticos. A revista Viagem e Turismo dá as dicas desse roteiro: Tudo sobre a Ruta de los Siete Lagos, a bela trilha argentina.

Curtiram os destinos? Já conhece algum deles? Quais serão seus destinos em 2018? Deixem aqui nos comentários.

Facebook Comments

About Juh Oliveira

Arquiteta, guia de turismo e futura turismológa. Habitante de Baixada Fluminense. Apaixonada por viagem, fotografia e por descobrir novos lugares.

View all posts by Juh Oliveira →

Deixe uma resposta