Descobridora da vez: Uma aventura na Amazônia – por Mayara Bete

A Amazônia é um destino pouco conhecido e desbravado por nós brasileiros. A maior riqueza que nós temos e que às vezes parece muito distante e inacessível.

A Mayara Bete, que conheci num grupo de viagem para mulheres no Facebook, fez um relato da super aventura dela pela Amazônia. Ela inaugura a sessão Descobridor(a) da Vez, com de posts de viajantes convidados. Seguem o relato e as dicas dela.

🌳 Sempre pensei na Amazônia como um destino caro, chiquetoso, pra gringo, mas era meu aniversário, queria comemorar de um jeito diferente e comecei a pesquisar. Um amigo de amigo indicou a agência Iguana Turismo e eu tinha 4 dias de feriado. Encontrei uma passagem de +-R$600 se SP pra Manaus. Simbora!

Nosso grupo foi composto por alemães, americanos, uma australiana e nós dois brasileiros. – Imagem: Mayara Bete

Pra chegar lá na floresta: eles fazem um transfer até um barco onde vc vê os rios Negro e Solimões, uma kombosa por uma estrada de terra e depois mais uma voadeira no rio.

O lugar que ficamos é uma “pousada” flutuante no rio (mó vibe!). Escolhi quarto compartilhado (+barato!) mas eles também tem cabaninhas menores pra 2/3 pessoas.

Formiguinhas “repelentes”! Dá um medo delas atacarem seu braço todo, mas foi super ok! hahaaha – Imagem: Mayara Bete

Teve passeio pra pescar piranha, botos no por do sol, jacaré a noite, seringueira, casa de nativos, trilha e muita coisa delícia!

O dia mais especial pra mim foi quando dormimos na floresta. Nosso guia Chilton fez uma fogueira, comemos as piranhas que pescamos, tomamos banho no rio. De madrugada, em uma rede com uma telinha pra proteger dos mosquitos que nós mesmos amarramos, dava pra ouvir cada barulhinho da floresta, desde o sapão que tava pertinho, até os grilos e os macacos fazendo farra nas árvores. Foi uma coisa muito doida, que nunca mais vou esquecer na vida! Depois disso, no dia do meu aniversário, queria MUITO ver uma preguiça, e qd nosso guia viu uma de looonge, parou o barco… e foi SURREAL! 

Essa foi nossa “casa” na noite em que dormimos na selva. – Imagem: Mayara Bete
Fiz uma amiguinha nova na trilha – Imagem: Mayara Bete
Cada dia era um por do sol mais mágico que o outro! E o melhor, a maioria vistos de dentro da nossa canoa, enquanto voltávamos de algum passeio. – Imagem: Mayara Bete

Vi pouquíssimos brasileiros, e isso também te possibilita ter contato com gringos no seu próprio país! 

Sobre valores:

✈ Passagem de avião: R$600 (fui no feriado, saindo de São Paulo, mas se pesquisar com antecedência dá pra achar mais barato!)

💵 Pacote cerca de R$ 700 por 4 dias e 3 noites, todas as refeições (comida mara, sem regulagem kkk), transporte e guia inclusos.

📧 Contato da agência iguanatour@hotmail.com (eles dão desconto se mandar o print dessa imagem!)Importante:

~ DESAPEGA de banho quentinho, insetos e principalmente, celular. Lá tem ZERO sinal. Só usei pra tirar foto e como lanterna!

~ Tenta chegar em Manaus um dia antes, nem que seja a noite. O transporte pra floresta sai cedinho e é demorado;

~ Vai de mente e coração aberto! Lá é tudo muito simples, os guias e o pessoal da agência são nativos, então aproveita pra aprender mais sobre a realidade deles;

~ Leva repelente, lanterna e Álcool em gel pros dias de dormir na floresta (mão limpinha é outra vida kkk);

~ Roupas e sapatos confortáveis, uma blusa de frio pra noite;

~ Se tiver mais dias, tenta ir pra Presidente Figueiredo. Não consegui ir, mas dizem que é foda tbm! Cheeeeio de cachus! 

~ Aaah, ir sozinha/o é tranquilo! Eles te encaixam em grupos! Vai que vai!

Gente, na minha opinião essa é uma experiência de vida que todos tínhamos que viver! Com certeza vc vai voltar diferente  Se pudesse resumir o que vivi lá, diria que é uma viagem de conexão com a gente, a história do nosso país, e ver nossa Amazônia na sua forma mais intocada é inesquecível e inexplicável. Energia forte e renovadora! 

Ahhh! Quem quiser ver minhas aventuras por aí/saber mais sobre essa trip, segue lá @mayarabete! Beijãooo! 

E não se esqueça também de se vacinar contra a febre amarela!

Muito obrigada, Mayara Bete por compartilhar com a gente o relato dessa experiência incrível 😘

Curtiu o relato da Mayara? Tem uma experiência de viagem pra contar? Mande o seu relato também para boradescobrir@gmail.com.

Árvores e raízes super antigas e gigantes! Sentir essa energia da floresta é surreal! – Imagem: Mayara Bete

 

 

Facebook Comments

About Juh Oliveira

Arquiteta, guia de turismo e futura turismológa. Habitante de Baixada Fluminense. Apaixonada por viagem, fotografia e por descobrir novos lugares.

View all posts by Juh Oliveira →

Deixe uma resposta